Connect with us

Marketing

Autoatendimento se torna tendência no Brasil

Published

on

Do iMac G3 até os mais modernos modelos de autoatendimento, a tecnologia tem avançado no país

O autoatendimento se tornou algo popular e cada vez mais tem espaço no mundo. Porém, a tecnologia não é nova e até mesmo gigantes da tecnologia, como a Apple, nos anos 90, já se aventuraram nesse mercado, quando a empresa lançou o seu icônico iMac G3 com touchscreen para esse propósito, sendo um dos únicos modelos da linha de computadores da marca a receber uma tela sensível ao toque.

Estes serviços têm uma longa trajetória de sucesso, sendo adotados por diversos setores tanto no Brasil quanto no mundo. No entanto, mesmo com essa popularidade, o segmento ainda possui um vasto campo para avanços, conforme destaca Tironi Paz Ortiz, fundador e CEO da Imply, uma destacada empresa brasileira no cenário tecnológico.

O autoatendimento é uma solução que permite aos clientes atender a si mesmos, proporcionando autonomia para consultas, serviços e pagamentos. Além de oferecer uma experiência mais conveniente para o cliente, o sistema de autoatendimento também tem como objetivos reduzir a demanda por atendimento físico e otimizar o trabalho dos colaboradores. De acordo com uma pesquisa da Croma Solutions, nos próximos três anos, pelo menos 60,4% dos consumidores planejam utilizar a tecnologia para efetuar suas compras.

“O autoatendimento é uma ferramenta poderosa que pode revolucionar a forma como as empresas interagem com seus clientes. Ele não apenas melhora a experiência do cliente, mas também traz benefícios tangíveis, como a redução de custos operacionais”, ressalta Ortiz.

Para entender como funciona o sistema de autoatendimento, é importante observar que os equipamentos são configurados previamente para diversas ações, garantindo um atendimento de qualidade. Existem diversos tipos de equipamentos para serviços de autoatendimento, desde sistemas de gestão de atendimentos e filas, que emitem senhas e gerenciam filas, até terminais multifunções que realizam pagamentos, consultas, vendas e muito mais, melhorando a experiência do cliente e reduzindo as filas.

A implementação bem-sucedida do sistema de autoatendimento requer uma abordagem estratégica. É essencial identificar o público-alvo e conhecer as necessidades dos clientes, criando um perfil de consumidor ideal. Além disso, compreender as necessidades da empresa, definir objetivos e metas, e alinhar a solução com as preferências dos clientes são etapas cruciais.

Além da iniciativa privada, o autoatendimento também tem ganhado espaço no setor público. Um exemplo disso é no Estado do Paraná, onde a Imply modernizou o atendimento da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) com terminais de autoatendimento em 78 municípios do estado, realizando mais de 2,5 milhões de atendimentos desde maio de 2018 até março deste ano, oferecendo comodidade e acesso a mais de 20 serviços.

O avanço das tecnologias de autoatendimento também tem se mostrado fundamental para melhorar a inclusão de pessoas com deficiência. Ao oferecer interfaces acessíveis, como telas sensíveis ao toque com recursos de voz e dispositivos de leitura em braile, o autoatendimento permite que pessoas com diferentes tipos de deficiência tenham maior autonomia e independência ao realizar tarefas cotidianas.

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião deste portal de noticias

Continue Reading

Marketing

Mais da metade dos brasileiros duvida da autenticidade das marcas ao falar sobre diversidade

Published

on

By

Estudo Oldiversity aponta ainda que 41% consideram as propagandas machistas e 30% racistas

Com o passar dos anos, cada vez mais a diversidade tem sido usada nas propagandas e nas ações de publicidade. Mas será que os brasileiros acreditam realmente que as marcas estão sendo verdadeiras?

Segundo dados do Oldiversity, estudo realizado pelo Grupo Croma, mais da metade dos entrevistados duvida da autenticidade das marcas ao falar sobre diversidade. 64% dos respondentes declararam que gostariam de ver mais propagandas com elementos de diversidade. Nos últimos anos pudemos perceber que a quantidade de pretos, gays, pessoas com deficiência ganharam mais destaque tanto na publicidade como na mídia nacional e internacional.

Para Edmar Bulla, CEO do grupo Croma e idealizador do estudo, “incluir elementos diversos e representar efetivamente a diversidade nas propagandas estampa a diversidade cotidiana, que é natural e deve ser valorizada. Marcas podem desempenhar um papel importante na desconstrução de estereótipos, preconceitos e discriminações”.

Mas os números ainda são preocupantes quando falamos de machismo e racismo nas peças de publicidade: 41% dos entrevistados declaram que a propaganda brasileira é machista e 53% afirmam que as mulheres são usadas ainda como objetos. Já três em cada dez brasileiros participantes do estudo afirmam que a publicidade no país é racista e entre os pretos, esta percepção é ainda maior (40%). “Essa demanda é ainda mais latente para os LGBT+, que trazem no estudo o maior índice de associação em relação ao atributo machismo na propaganda. Pretos também anseiam por mais representatividade, sendo o público que mais considera a propaganda racista e preconceituosa”, explica o especialista.

Uma grande maioria acredita que as propagandas ajudam a criar uma sociedade mais tolerante à diversidade, abordando temas reais e cotidianos dos brasileiros. 68% das pessoas que participaram do estudo concordam com esta afirmativa e 51% afirmam que mostram uma realidade que não é a deles. Sobre responsabilidade Edmar Bulla enfatiza que as marcas têm, portanto, grande oportunidade e responsabilidade de mostrar a diversidade brasileira em suas propagandas, levando uma representação mais autêntica e positiva de diferentes grupos sociais que compõem nossa sociedade.

Por fim, o estudo revela que 64% dos brasileiros gostariam de ver mais filmes publicitários, campanhas e ações com elementos de diversidade, destacando que o Brasil é um país continental, plural e que as marcas estão atentas a esta necessidade e ao clamor de brasileiros adultos que se declaram assexuais, lésbicas, gays, bissexuais e transgênero, que, segundo o IBGE, atualmente, são 19 milhões de pessoas, 12% da população total do país.

“Observando campanhas assim, vemos uma tendência de abranger cada vez mais públicos, mostrando respeito e valorização por todo tipo de diversidade. Isso está muito relacionado ao que grande parte do público quer ver e consumir. Ainda assim, a mudança de postura tem que ir além de campanhas publicitárias, mas é importante reconhecer que, talvez, algumas transformações positivas já estejam acontecendo”, finaliza Bulla.

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião deste portal de noticias

Continue Reading

Marketing

6 em cada 10 brasileiros LGBT relatam dificuldades em conseguir trabalho

Published

on

By

Seis em cada dez brasileiros LGBTQIAPN+ relatam dificuldades em ingressar no mercado de trabalho, segundo dados da terceira edição do estudo do Oldversity, produzido pelo Grupo Croma. Por outro lado, 52% percebe que marcas e empresas têm se ajustado mais às suas necessidades.

Quatro em cada dez pessoas creem que as lojas estão mais preparadas para atender o público LGBTQIAPN+. A Natura possui o maior índice de aceitação, com 33%; O Boticário, segunda no ranking, com 12%. Globo e Avon possuem 6%.

Fonte: Veja

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião deste portal de noticias

Continue Reading

Marketing

Anunciantes estão mais otimistas e atentos às inovações em 2024

Published

on

By

64% acreditam que a inteligência artificial influenciará estratégias de marketing e comunicação

A 5ª edição do estudo Bússola de Marketing, realizado pelo Grupo Croma, investiga os planos dos anunciantes para os investimentos em marketing e comunicação e identifica padrões e tendências na composição desses investimentos para um futuro próximo.

Com apoio institucional da ABA, ABAP, CENP e AMPRO, foram ouvidos 119 executivos da indústria, serviços e do varejo que têm a responsabilidade pela decisão ou que influenciam como será alocado o budget de marketing e comunicação das marcas.

“O estudo percorre um valioso caminho de entendimento sobre o que pensam os anunciantes, apresentando um balanço do mercado sobre as principais escolhas de 2023, identificando apostas para o melhor uso do orçamento e trazendo recomendações que possam orientar esses investimentos no desafiador e competitivo cenário brasileiro”, explica Edmar Bulla, fundador do Grupo Croma.

Os anunciantes estão confiantes e 53% declaram estar otimistas para investir neste ano, principalmente no varejo (63%). Mas, ainda assim, estão cientes de que isso só será possível se apostarem mais no digital. Em geral, pretendem equilibrar o quanto vão investir em mídia (50%) e em produção (50%). Nas grandes empresas, mídia recebe intenção média de 60% de alocação da verba em mídia.

Entrevistados afirmam que pretendem destinar cerca de 34% do budget de mídia no digital e outros 33% deverão ser alocados em promoções, patrocínios e eventos. Isto sugere que há uma complementaridade e potencialidade entre os canais. Microempresas se mostram ainda mais propensas a investirem no digital (40%). Corroborando esta perspectiva de otimismo, 50% afirmam que aumentarão os investimentos em marketing, comparado ao ano anterior e declaram que pretendem alocar mais investimento no digital (cerca de 41% do total).

Inovação é um tema relevante e destino de 45% do investimento. Entre os anunciantes do setor de serviços, o investimento pode chegar a 51%. 36% dos anunciantes acreditam que os recursos destinados à inovação serão utilizados para iniciativas na área de tecnologia. Esta parcela é ainda maior entre anunciantes do setor de indústria (47%). Além de tecnologia, outros 22% acreditam que também haverá mais investimento em inovação para ofertas de serviços das empresas. ESG recebeu apenas 3% da verba.

Inteligência artificial também é um tema importante e influenciará muito ou consideravelmente estratégias e iniciativas das empresas em 2024, na opinião de 64% dos entrevistados. Há uma confiança ainda maior de que a inteligência artificial mudará a maneira de fazer marketing entre os anunciantes que pretendem aumentar os investimentos em mídia (80%).

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião deste portal de noticias

Continue Reading

Facebook

Advertisement

Mais Lidas

Celebridades1 hora ago

“Rei do Botão” desconstrói tabus sobre sexo anal e compartilha experiências

No podcast Acompanhadas, Marcus Castropil reforça benefícios do fetiche para a saúde sexual Marcus Castropil, conhecido como Rei do Botão...

Marketing19 horas ago

Mais da metade dos brasileiros duvida da autenticidade das marcas ao falar sobre diversidade

Estudo Oldiversity aponta ainda que 41% consideram as propagandas machistas e 30% racistas Com o passar dos anos, cada vez...

Empreendedorismo4 dias ago

CEO da Suprevida, Rodrigo Correia da Silva é confirmado como palestrante em feira hospitalar

No coração da inovação em saúde, o hub InovaHC é o lar de startups que transformam o setor hospitalar, tornando-o...

Saúde5 dias ago

Conselho Regional de Fisioterapia (RS) pede ajuda a fisioterapeutas de todo o país para atuar junto às vítimas

Formulário segue a disposição para profissionais voluntários e prioridade são para crianças, idosos e portadores de deficiência que tiveram contato...

Geral1 semana ago

Bispo Bruno Leonardo apoia vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul com significativa doação

Entre as águas e as lágrimas, surge uma esperança As enchentes catastróficas no Rio Grande do Sul não só alteraram...

Geral2 semanas ago

Tragédia no Rio Grande do Sul: Entenda o Desastre e Saiba Como Ajudar

A Sua Imprensa se solidariza com as vítimas e promove campanha de conscientização e apoio As chuvas intensas que começaram...

Business2 semanas ago

Mães Solo: Desafiando Estereótipos e Celebrando a Independência

Inspirado na história de sua mãe, o advogado Caio Bastos, especializado em direito de família, opinou sobre a questão Ser...

Geral2 semanas ago

Lions Club Rio de Janeiro Colorindo a Vida é marco de diversidade e inclusão

Data vai marcar a fundação do primeiro Clube de Lions do mundo de interesse a abordar diversidade de gênero Rio...

Celebridades2 semanas ago

Show de Gabriel O Pensador será atração em um dos principais festivais de esportes aquáticos do mundo

Cantor carioca fará apresentação gratuita na cidade de Saquarema durante o Aloha Spirit Festival O artista Gabriel O Pensador fará...

Entretenimento4 semanas ago

10ª Levels Sunset chega a Porto Alegre com música e experiências futuristas

 Tecnologia da gaúcha Imply integrará serviços de acesso e consumo durante o festival marcado para 27 de abril No dia...

Advertisement

Advertisement

Mais Lidas

Copyright © Meio e Markting - Todos os Direitos Reservados.