Connect with us

Business

Empresas ISAT e HT one unem expertises e projetam crescimento e qualidade de atendimento em treinamento

Published

on

É inegável o quanto a tecnologia só avançou na pandemia. O isolamento social mudou o comportamento das pessoas e a tecnologia só ganhou espaço. Sem poder sair de casa, os serviços digitais ganharam força e as interações corporativas passaram a ser todas online.

Embora o avanço da tecnologia já tenha começado antes da crise e a “moda” da transformação digital já havia caído nas graças das empresas, isso tudo foi acelerado pela pandemia, se consolidou e dificilmente volta.

De acordo com o mais recente relatório “O futuro do emprego””, publicado em outubro de 2020, pelo Fórum Econômico Mundial, até 2025, 85 milhões de empregos serão substituídos pela mudança na divisão entre humanos e máquinas.

Nesse meio tempo, 97 milhões de novos papéis devem ser criados na esteira das inovações tecnológicas.
Nesse cenário, as pessoas precisam provar seu valor. A tecnologia (tech) é sim importante, mas a humanização (touch) será o grande diferencial.

A dicotomia entre os dois termos “high tech e high touch” é retratada pela primeira vez em 1982 pelo futurólogo americano John Naisbitt, em seu best-seller “Megatrends”.

Em resumo ele fala da importância da tecnologia como potencializadora das capacidades humanas e não como uma substituta delas. Quanto mais alta tecnologia houver, ele escreveu, maior será a necessidade do antídoto do High Touch.
Precisamos aprender a equilibrar as maravilhas materiais da tecnologia com as demandas emocionais da nossa natureza humana.

Com todo contexto do avanço da tecnologia e já há 26 anos no mercado com a ISAT, empresa de Tecnologia voltada para a área de educação à Distância e Comunicação Digital, que Dorian Lacerda, CEO da empresa, já se questionava há algum tempo que apesar da cultura voltada para pessoas que a empresa possui e do atendimento, de nos últimos anos ter sido premiada várias vezes pelo reconhecimento da área de RH das principais empresas do Brasil (Top Of Mind 2014/2015), além da certificação do GPTW 2015, posicionando-se entre as 100 melhores empresas de TI para se trabalhar, faltava ainda algo em relação à educação corporativa para as organizações.

Trazer a humanização, o “touch” para o treinamento somado aos produtos “tech” que a ISAT já possui (hoje com produção de conteúdos digitais, webséries, vídeoaulas, curadoria e licenciamento de cursos online, plataformas de gestão de aprendizagem e treinamentos (LMS) NEOLUDE e na área de streaming vídeo, serviços em processos de produção, captação, codificação e distribuição de conteúdos em vídeo e áudio através da Internet, na produção de eventos corporativos e na transmissão online) e atende tão bem o mercado há quase 3 décadas, complementa o alcance das necessidades que o mercado tem.

Da tecnologia como meio mais pessoas e do touch que aproxima e humaniza. era o que ele sabia que ainda estava faltando para a empresa se tornar realmente completa.

Foi então que Dorian e seus sócios, conheceram a High Touch one, ou simplesmente HT one, consultoria de educação corporativa que já traz o “touch” em seu DNA e que desenvolve seus programas sempre com o olhar para o ser humano. Foi um encontro de almas e propósito.

A HT one que nasceu do sonho de quatro executivos com uma longa história em educação corporativa, logo se identificou também com a tecnologia presente nas soluções da ISAT, enxergando como diferencial para o que já fazem com tanta excelência“.

” O touch nasceu conosco. Colocar o ser humano no centro das relações sempre esteve como nossa prioridade no desenvolvimento de nossos programas e a tecnologia vem para facilitar e trazer ainda mais diferenciação para nossas entregas”, comenta Fernanda Palácios uma das fundadoras da High Touch one.

Leia mais  Erica Carvalho e Saulo Mateus, proprietários do Studio Nanno, do Rio de Janeiro, apostam em produtos Veganos

Uma conexão e identificação de propósitos logo aconteceu, tornando-se um casamento com a fusão das duas marcas! Tornou-se um sonho maior dos sócios, construir algo ainda mais impactante para mais pessoas e mais empresas.

“É a humanização da Tecnologia, é o que o mercado precisa”, afirma Dorian Lacerda. “Estamos unindo soluções complementares que atendem o mercado de educação corporativa de forma completa, além de unir duas marcas importantes desse mercado com valores muito similares”, completa ele.

 

 

Tecnologia está aí, conhecimento é commodity. Agora o jeito que você coloca a tecnologia dentro de uma experiência de aprendizagem com o olhar para o ser humano, é onde mora a diferenciação, e é isso que a ISAT agora unida com a HT one, prometem fazer.

Em um modelo tradicional de educação onde se aprende muito mais hard skills do que soft skills, onde a tecnologia traz facilidade, mas muitas vezes o afastamento, o papel de um agente transformador, um facilitador que pode atender as necessidades latente das empresas.

Hoje, precisamos ter em mente um paradoxo que Philip Kotler, pai do marketing, alerta sobre o comportamento das pessoas no livro “Marketing 4.0 – do tradicional ao digital”. Somos cada vez mais conectados, High Tech, mas queremos experiências cada vez mais customizadas, criadas especialmente para nós, ou seja, queremos algo totalmente High Touch.

As empresas, os colaboradores e os RHs precisam de apoio nessa jornada e a ISAT HT one Educação Corporativa nasce para ajudar e criar uma proposta de valor nessa transformação que está cada vez mais acelerada.

ISAT –  Atuando no mercado há 26 anos e hoje referência em em serviços e soluções em educação corporativa e streaming vídeo. Na educação corporativa contribuímos em serviços de apoio ao T&D e RH e no desenvolvimento e produção de projetos de capacitação e treinamento envolvendo produção de conteúdos digitais, webséries, vídeoaulas, curadoria e licenciamento de cursos online, treinamentos presenciais ou híbridos alinhados com plataformas de gestão de aprendizagem e treinamentos (LMS) NEOLUDE.

Na área de streaming video contribuímos junto as empresas, na prestação de serviços em processos de produção, codificação e distribuição de conteúdos em vídeo e áudio através da Internet, na produção de eventos corporativos e na transmissão online de treinamentos, eventos, palestras, reuniões e ações de comunicação e marketing.

HT ONE – A High Touch One (HT one) é hoje uma consultoria de educação corporativa formada por um grupo de profissionais com mais de 20 anos de experiência em treinamento e desenvolvimento.
Com o TOUCH em seu nome e em sua essência, atende o mercado com soluções customizados em temas comportamentais com ênfase em equilíbrio emocional.

Juntas, agora ISAT HT one Educação Corporativa, têm a expectativa de até 2025 dobrar de faturamento, crescendo pelo menos 20% ano.

Esse crescimento não se dará somente pela soma de portfolios. A ideia é vender tech para os atuais clientes HT one e soft skills para os atuais ISAT, com um trabalho forte de  cross selling e Up Selling, oferecer para o mercado novas possibilidades de produtos e serviços que temos como poucas consultorias tem: tech e touch.

A união das duas empresas na vertical de educação corporativa, mais que duplica as possibilidades de soluções, gera um crescimento exponencial, porque quando somamos as duas formas de entrega, as soluções aparecem.

Por isso, aguardem! A união ISAT HT one trará para o mercado uma nova forma de ministrar treinamento.  O Comportamental com gamificação e novas tecnologias para os próximos anos.

Atendendo um mercado que hoje, pós pandemia, contrata diferente (muitas contratando pessoas de cidades distantes de sua matriz) e precisa treinar de forma diferente, e que precisa de apoio para essa nova realidade.

 

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião deste portal de noticias

Continue Reading

Business

Pharma Express – Primeira rede de vending machines de produtos farmacêuticos do Brasil

Published

on

A primeira vending machines Pharma Express já está em operação na capital paulista no condomínio Housi, um novo conceito de moradia sob demanda

O Premium Group, holding responsável pela gestão das clínicas HCMC e FF Clinic e dos laboratórios Pasteur e Premium Labs, lança no mercado brasileiro, em parceria com a CasaGroup, multinacional de franquias de vending machines especializada no desenvolvimento de projetos personalizados, a primeira rede de vending machines de produtos de saúde e farmacêuticos com o objetivo de trazer mais praticidade para a vida dos clientes.

“No auge da pandemia nós entendemos que ter vending machines em locais estratégicos com produtos de farmácia tinha alta demanda nos Estados Unidos. Agora, a gente lança um projeto semelhante no Brasil em parceria com o Premium Group, que tem vasta experiência no mercado de saúde e bem-estar”, explica Marcel Magalhães.

“Para nós do Premium Group, essa unidade de negócio nasce para complementar a estratégia da companhia que entrega aos clientes um tripé de atendimento pautado nas áreas clínica, diagnóstica, e oferta de tratamentos e produtos.”, reforça Thiago Pereira, um dos fundadores do Grupo.

Fotos: Divulgação/Talentmix Comunicação

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião deste portal de noticias

Continue Reading

Business

5 dicas para candidatar-se a vagas online

Published

on

Mensagem de apresentação, nomeação do currículo e foto de perfil são fatores decisivos para ganhar pontos com os recrutadores, diz especialista do Trampolim

 

São Paulo, Agosto de 2022 – O recrutamento online, popularizado durante a pandemia, continua em alta após o retorno presencial das atividades. Para se ter uma ideia, seis em cada dez empresas brasileiras digitalizaram a seleção de funcionários em 2021, segundo levantamento do Instituto Locomotiva.

Nesse cenário, candidaturas via e-mail e redes sociais, como o Whatsapp, ganharam ainda mais força. Consequentemente, os candidatos precisaram se adequar às novas formas de abordagem e comportamentos nos processos seletivos digitais.

“É um desafio tanto para quem recruta quanto para quem está em busca de um emprego, pois agora todos os detalhes estão sendo observados desde o primeiro contato”, afirma Bruno Rizzato, diretor de produtos do app de empregos Trampolim.

Segundo o especialista, na candidatura online, a mensagem de apresentação, a nomeação do currículo e a foto de perfil, por exemplo, fazem toda diferença. Confira abaixo cinco dicas do Trampolim para se candidatar para vagas online!

#Identifique para qual vaga você está aplicando

É muito comum que os recrutadores recebam uma grande quantidade de currículos na sua caixa de entrada, principalmente quando há mais de um processo seletivo aberto na empresa. Então, para que o seu documento não se perca entre tantos outros, coloque seu nome e o cargo para o qual você está aplicando no assunto do e-mail, ou escreva na mensagem do WhatsApp.

#Faça uma apresentação sobre você

Com o assunto fechado e o documento anexo, agora é hora de formalizar a mensagem. Escreva uma breve apresentação que inclua os seguintes pontos: nome, onde encontrou a vaga, o motivo pelo qual está se candidatando e as suas principais habilidades. O documento é apenas uma porta de entrada, capriche nas soft skills e mostre quem você realmente é.

#Nomeie o arquivo do currículo

Para analisar o currículo, o recrutador precisa baixar o documento em seu computador. Caso o anexo esteja sem nome, o documento pode se perder em meio a outros arquivos de downloads. Nomeie o arquivo com o seu nome e cargo para que o recrutador se lembre de você e consiga fazer uma busca rápida, caso precise localizar o seu currículo.

#Cuidado com a foto de perfil

Candidaturas feitas por WhatsApp pedem um cuidado em dobro. Lembre-se que a primeira impressão é a que fica. Por isso é importante escolher bem a foto do seu perfil, para que não haja constrangimentos. Busque usar fotos suas, evitando usar imagens de personagens ou fotos de outras pessoas. É importante que o recrutador consiga te identificar, por isso escolha fotos de rosto, com boa qualidade e pouca edição.

#Se prepare para a entrevista

Por fim, tenha em mente que assim que o currículo é enviado, a entrevista pode acontecer a qualquer momento. Antes de se candidatar, pesquise na internet sobre a empresa e faça um roteiro com os principais pontos a serem abordados durante a conversa, como formação, experiências e interesses. Se a entrevista for virtual, reserve um lugar silencioso e com bom sinal de internet.

 

Sobre o App Trampolim

O Trampolim é o primeiro aplicativo colaborativo de empregos, no qual os próprios usuários compartilham vagas e oportunidades de pequenos estabelecimentos, lojas de bairro e serviços que normalmente são divulgadas na vitrine/porta dos estabelecimentos e não são publicadas em sites tradicionais de emprego.

 

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião deste portal de noticias

Continue Reading

Business

Especialista em gestão de negócios Rogerio Vargas fala sobre os desafios da sucessão familiar e como se planejar

Published

on

A dinâmica do processo sucessório deve ser guiada pela sustentabilidade e perenização da companhia e não pela necessidade ou vaidade de empregar filhos ou parentes” afirma empresário

De acordo com o IBGE, cerca de 90% das companhias nacionais pertencem às famílias. Porém, por causa dos conflitos entre os parentes, somente 30% chegam na sua segunda geração e apenas 15% na terceira. E os principais motivos dos desentendimentos são: o excesso de protecionismo, a falta de profissionalismo e preparo dos membros e o não planejamento do processo sucessório.

Em entrevista, o especialista em planejamento, modelo, negócio e gestão Rogerio Vargas, sócio da Auddas, empresa que também promove mentorias para falar sobre o assunto, revela que é um desafio orientar as famílias no processo sucessório de negócios familiares.

“É importante que os sócios da família se dediquem ao aspiracional ou à visão empresarial, já que o papel de gestão deve ser realizado por gestores com o perfil adequado seguindo a estratégia, o modelo do negócio e o momento da empresa. Outro ponto importante é que uma vez que a pessoa está no contrato social ou pertença à família, ela é vista como sócio e portanto não conseguirá exercer o papel de gestão de forma isenta, pois será considerada como dona do negócio ou seja família como de fato o é”, comenta Rogério Vargas, da Auddas.

Confira a entrevista completa na íntegra:

Quais são os principais desafios no processo sucessório de negócios familiares?
Os principais desafios que existem no processo sucessório são a eficácia entre a estratégia com o modelo de negócio, a adaptação dos sócios a dinâmica de gestão com os gestores e a expectativa de resultados.

Você acredita que a sucessão familiar se não for um processo bem articulado, pode se transformar numa herança maldita?
Acredito que sim, pois se você não evolui a dinâmica de gestão entre sócios / gestores, alinhados com estratégia do negócio que é desenvolvida pelo modelo do negócio e que assegura a entrega de valor, com o tempo, a empresa poderá ser afetada nos resultados e até vir a deixar de existir.

Como evitar ou lidar com os conflitos familiares nas empresas?
Para evitar ou lidar com os conflitos, é necessário, na minha opinião, ter regras de governança, por exemplo: 1. Contratar ou promover pessoas da família via um processo de seleção e/ou plano de desenvolvimento – capacitação que pode passar por ter experiências em outras atividades / empresas / segmentos. 2. Ter regras para distribuição de dividendos que contemple a reserva de capital de giro, o acordo do pagamento do mútuo aos sócios que aportaram no passado, destinar os recursos para os planos de investimentos necessários para o negócio e só então, distribuir os dividendos. Dentre outros regras.

Qual a importância da profissionalização no processo sucessório?
No momento que os sócios buscam continuamente a eficácia na estratégia & modelo de negócio & estrutura de gestão (dinâmica de gestão) e governança, eles estão tornando a empresa robusta, sustentável em resultados – consistentes e tudo isto está no que o mercado chama de “profissionalização”, ou seja, o negócio tem que estar acima de tudo e de todos.

A empresa evolui, cresce e, por vezes, pode não conseguir resultados futuros para suportar a entrada ou até mesmo a divisão de resultados que possa atender as gerações futuras. Como o profissional pode se planejar/preparar para “este futuro”?
O Brasil está entre as 10 maiores economias do mundo. Na moda somos o 5º maior mercado, na saúde o 8º maior. No agronegócio, lideramos ou estamos nas primeiras posições, dentre outros destaques, incluindo nosso modelo de franquia / legislação. Portanto, é possível crescer. Existe muita oportunidade. A empresa deve colocar a sua energia para fora e não ter questões internas que tire o foco. Isto assegurará o crescimento dos resultados que sustentarão a entrada de novos integrantes / distribuição de dividendos.

Para você, qual, o papel de um Conselho na jornada da evolução de uma empresa?
O Conselho é uma ferramenta de gestão para sócios e gestores, importante de acordo com o momento da empresa para continuar se desenvolvendo e assegurando que o “norte” traçado está sendo desenvolvido e retroalimentado, bem como identificando novas oportunidades no mercado.

E para finalizar, tem alguma mensagem que você quer deixar para as pessoas que estão passando por esse processo?
O empreender, na realidade, é um espírito, uma filosofia de vida. A pessoa não acorda com essa vontade hoje. É algo que continuamente existe na pessoa. Por isso é que os sócios nunca foram gestores, porque eles não se identificaram com aquela dinâmica. Quando o empreendedor inicia um negócio, no momento zero, a receita é zero. Ele começa sozinho, testando modelos, MVP, fazendo “pilotos”, e começa a entender que aquela jornada parece promissora. É nesse momento que ele começa a fazer as primeiras contratações, já vai estar em algum local físico ou remoto, depende do negócio. E aí sim começa a validar a estratégia, o modelo retroalimentado do negócio, buscando essa consistência. Como consequência o negócio vai evoluindo e crescendo. Em algum momento desta jornada o sócio se vê numa “encruzilhada”, ou ele estrutura o negócio, evolui com todas as regras de gestão / governança, e continua se dedicando mais ao aspiracional e trazendo níveis de gestão adequados para o momento de negócio. Ou dá esse passo, ou, de fato, terá dificuldades. Em algum grau, até começa a desconstruir o negócio. Realmente, é fantástico empreender. Não há limites. Temos um grande mercado no Brasil. O empreendedor deve canalizar essa energia externamente, acompanhando feiras, congressos, revisitando tendências. A sua estrutura de gestão deve ser capaz e tem as habilidades de fazer isso acontecer enquanto ele está no aspiracional, identificando novas oportunidades. O sucesso do negócio deve estar nessa sinergia entre sócios e gestores.

Rogerio Vargas já impactou com seu trabalho milhares de pessoas, juntamente com seus sócios na Auddas, realizam, mensalmente, Webinars gratuitos onde explicam sobre a importância da governança corporativa na sucessão familiar, planejamento, gestão, estruturação de empresas, M&A, governança, capital, dentre outros assuntos.

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião deste portal de noticias

Continue Reading

Facebook

Advertisement

Mais Lidas

Geral3 dias ago

BBL: cirurgia para aumentar bumbum pode ser perigosa e levar à morte; Entenda os riscos e prevenção

Descontrole na realização do procedimento acende luz vermelha e mobiliza conselhos médicos americanos Uma das cirurgias plásticas que está cada...

Geral3 dias ago

Term Papers For Sale – How to Find Affordable Term Papers For Sale

When you are searching for inexpensive term papers available, there are a number of things you should take into account....

claudio lasso claudio lasso
Sapri#mundofiscal5 dias ago

O que é levantamento fiscal e tributário

Um levantamento fiscal representa uma análise atual da carga tributária com o objetivo de projetar reduções e otimizar resultados. Entre...

Geral5 dias ago

Hinge ve un pico en los usuarios gays, cortesía Pete Buttigieg

En granchat de sexo privado desarrollo para tu citas por Internet aplicación industria – Presidencial demócrata solicitante Pete Buttigieg encontrado...

Famosos1 semana ago

Famosos se reunirão em festa em Lisboa no aniversário da Sea Agency Evento comemorativo acontecerá a beira do Rio Tejo em Lisboa

Um grande número de famosos está sendo aguardado para a festa de aniversário da Sea Agency em Lisboa.  A agência...

Business1 semana ago

Pharma Express – Primeira rede de vending machines de produtos farmacêuticos do Brasil

A primeira vending machines Pharma Express já está em operação na capital paulista no condomínio Housi, um novo conceito de...

Geral1 semana ago

Advantages of Using a Custom Term Paper Writing Service

It is possible to select any customized term paper writing service you require. There are some that have a simpler...

Uncategorized2 semanas ago

The Essay

Writing essays is similar to the procedure for writing academic or research papers, but there are a lot of grammar...

Business2 semanas ago

5 dicas para candidatar-se a vagas online

Mensagem de apresentação, nomeação do currículo e foto de perfil são fatores decisivos para ganhar pontos com os recrutadores, diz...

Geral2 semanas ago

Empresária Lays Reze inaugura no Morumbi Shopping a loja ‘Empório by Festas’

Formada em Administração de Empresas, a empresária Lays Reze sempre foi apaixonada pelo período do Natal, e foi onde resolveu...

Advertisement

Advertisement

Mais Lidas

Copyright © Meio e Markting - Todos os Direitos Reservados. Site Parceiro do UOL