Connect with us

Gestão

Made contrata Demian Campos como diretor de Criação

Published

on

Demian Campos, criativo venezuelano com mais prêmios e presença em júris internacionais, como Cannes Lions, D&AD, London Festival, One Show, PHNX Adforum, Epica, Cresta Awards, Fiap, entre outros, é o mais novo talento da Made no Brasil. O criativo assume o cargo de diretor de Criação, trabalhando para os clientes dos escritórios do Rio de Janeiro e de São Paulo, além de projetos internacionais da agência liderada pelos sócios Álvaro Rodrigues e Luís Claudio Salvestroni.

O criativo atuou pela pela Contrapunto BBDO Madrid e foi diretor geral de Criação na Eliaschev Saatchi & Saatchi Venezuela, além de vice-presidente de Criação na DDB Panamá. De volta à Venezuela, assumiu como diretor geral de Criação da J. Walter Thompson Caracas.

Atualmente, é presidente do Clube Criativo Venezuelano e professor na Brother, uma franquia de escolas para criativos na América Latina.

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião deste portal de noticias

Continue Reading

Gestão

O legado dos resíduos da construção civil

Published

on

By

Somente em 2022, foram geradas aproximadamente 120 milhões de toneladas

A construção civil, embora de extrema importância para o desenvolvimento e crescimento econômico, ainda enfrenta grandes desafios quando se trata de sustentabilidade. Um dos principais problemas é a má gestão dos resíduos descartados, um aspecto que requer atenção máxima para garantir que a indústria possa se adaptar e prosperar de maneira ecologicamente responsável.

O setor é um dos que mais consomem recursos naturais. Segundo a ABRECON (Associação Brasileira para Reciclagem de Resíduos da Construção Civil e Demolição), em 2022, foram geradas aproximadamente 120 milhões de toneladas de resíduos. Infelizmente, grande parte desse material é descartado de maneira inadequada, contribuindo com a poluição de rios, mares e terrenos baldios.

Além disso, essa indústria é responsável por uma significativa parcela de dióxido de carbono (CO2) liberado na atmosfera. De acordo com o Relatório de Status Global de 2022, as emissões de CO2 do setor alcançaram o recorde de 10 bilhões de toneladas em 2021. Este aumento constante é uma preocupação crescente, uma vez que acelera o aquecimento global e as mudanças climáticas.

Para Tatiana Fasolari, vice-presidente da Fast Engenharia, maior empresa da América Latina especializada em overlays: “Esses dados dificultam o caminho para um setor mais verde. Se não conseguirmos gerenciar a produção desses materiais de maneira eficaz, podemos enfrentar restrições regulatórias, danos à credibilidade e a resistência das partes interessadas que exigem práticas sustentáveis”.

A reciclagem dos produtos é uma estratégia fundamental para reduzir a quantidade de resíduos que produzimos diariamente. Esta prática não só minimiza o acúmulo de lixo, mas também diminui a demanda por novos recursos naturais, que são frequentemente extraídos de maneira insustentável. Outros métodos podem incluir a transição para fontes de energia renováveis, a melhoria da eficiência energética e a promoção de práticas sustentáveis no transporte e agricultura.

“A gestão de resíduos é uma questão crítica para os próximos anos na construção civil. Se isso não mudar, os impactos ambientais dessa indústria continuarão a aumentar. É necessário um compromisso coletivo para superar o desafio e construir um futuro mais sustentável”, finaliza Tatiana.

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião deste portal de noticias

Continue Reading

Business

CEO da startup PWTech entra em lista das personalidades mais influentes da tecnologia no Brasil em 2023

Published

on

By

Divulgado pela Agência Nexxt Media Research, documento selecionou 30 nomes de destaque, dentre eles o executivo da startup brasileira reconhecida pela ONU como solução humanitária por levar água potável a regiões carentes

Em um país que possui uma proporção média de 1,2 smartphones para cada habitante, o impulsionamento do setor da tecnologia é natural e reflete em diversos segmentos, tendo impacto direto em áreas como saúde, educação, meio ambiente e sustentabilidade. Com o intuito de expandir os negócios e os serviços oferecidos, muitos profissionais brasileiros estão inseridos em projetos sinônimos de inovação e avanço, destinados à sociedade e ao desenvolvimento tecnológico.

Nesta quinta-feira (4), foi divulgada pela Agência Nexxt Media Research, a lista das personalidades mais importantes do setor da tecnologia em 2023. No total, 30 nomes foram selecionados. Abaixo, separamos quatro profissionais de destaque no setor de startups, sustentabilidade e sociedade. Confira:

Fernando Silva : CEO da PWTech, startup de purificação de água contaminada reconhecida pela ONU como uma solução humanitária de acesso. Fundada no início de 2019, a companhia foi criada com o intuito de mudar o cenário atual, trazendo uma solução inovadora ao possibilitar a chegada de água potável nas regiões mais remotas do país e do mundo. Através da tecnologia, mais de 100 milhões de litros de água potável foram fornecidos para comunidades carentes no Brasil. Recentemente, em parceria com a Agência Brasileira de Cooperação, do Ministério das Relações Exteriores, a startup enviou 150 purificadores para a Faixa de Gaza, região fortemente impactada pela guerra entre Israel e Hamas.

Jonathas Freitas: Empreendedor com um portfólio diversificado, incluindo empresas como Blitzpay e ManyContent, além de investimentos em várias startups no Brasil, Estados Unidos, Suíça e Ásia. Nos anos de 2022 e 2023, expandiu seus negócios para novos setores, como cosméticos, hotelaria e setor imobiliário, ao mesmo tempo em que continua sendo uma das principais figuras no campo da tecnologia.

Tânia Consentino: Presidente da Microsoft Brasil e reconhecida como uma das mulheres mais influentes no mundo dos negócios, além de ser uma defensora da sustentabilidade.

Maitê Lourenço: CEO da BlackRocks. A startup nasceu em 2016 com o objetivo de promover acesso à população negra em ambientes altamente inovadores e tecnológicos. A empresa é liderada por mulheres negras que apoiam pessoas e negócios inovadores, lucrativos e tecnológicos.

 

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião deste portal de noticias

Continue Reading

Gestão

Se torna necessário duplicar as melhorias da eficiência energética, segundo AIE

Published

on

By

Tema está sendo abordado na COP 28 devido às consequências das mudanças climáticas e o aquecimento global

Por meio da conscientização, setores como o da construção civil, buscam implementar cada vez mais políticas de governança ambiental, social e corporativa (popularmente conhecida como ESG) para preservação do meio ambiente. Segundo a Agência Internacional de Energia (AIE), em decorrência do calor extremo e do crescimento das indústrias impulsionando a demanda por energia, se tornou necessário duplicar as melhorias da eficiência energética.

De acordo com o relatório, os esforços políticos para o crescimento da eficiência energética continuam por conta dos efeitos da crise energética global desencadeada pela guerra entre Rússia e Ucrânia. As ações prioritárias devem triplicar a capacidade global de energia renovável até 2030.

Para Tatiana Fasolari, vice-presidente da Fast Engenharia, maior empresa de overlays da América Latina: “O setor da construção civil está cada vez mais atento às tendências do mercado, como a sustentabilidade e as inovações tecnológicas. É crucial compreender e responder às demandas do público para garantir o sucesso nos negócios e o bem-estar de todos. Portanto, é fundamental que tanto os consumidores quanto as construtoras estejam sempre atualizados e dispostos a se adaptar às novas demandas e expectativas do mercado”.

Essa mudança se faz tão necessária que é um dos temas discutidos na 28ª Conferência do Clima da ONU, a COP 28. Sediada este ano em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, o evento irá projetar novos objetivos, assim como, alertar sobre as consequências das mudanças climáticas, sendo uma das medidas a eficiência energética.

Uma das medidas relacionadas, por exemplo, é o ramo de refrigeração diminuir a emissão de gases do efeito estufa entre 60% a 96% até 2050, gerando uma economia de até US$5 bilhões para o setor energético. Caso seguido as recomendações do relatório, as emissões poderão reduzir em 3,8 bilhões de toneladas de CO2.

“À medida que o tempo passa, a importância da indústria da construção civil se torna cada vez mais evidente. Através da construção de edifícios sustentáveis, inteligentes e eficientes, estamos criando espaços que atendem às necessidades da sociedade atual e futura”, destaca a especialista. 

A busca por soluções sustentáveis que visem atrair um consumo consciente podem ser alcançadas por meio de isolamento térmico com materiais modernos que buscam reduzir a necessidade de aquecimento e resfriamento ou a aplicação da arquitetura bioclimática nos projetos com o fim de aproveitar desde a sua concepção o máximo das condições naturais em que este será construído com o fim de reduzir o uso de recursos de controle climático. O investimento em energias renováveis, como a energia solar ou eólica, também é um ótimo meio de se promover a eficiência energética em construções, como também, em reduzir a dependência de redes elétricas convencionais.

O investimento em modalidades de eficiência energética também oferecem um bom retorno financeiro ao reduzir custos operacionais e garantir vantagens competitivas no mercado. O Brasil é um ótimo exemplo de como o investimento pode trazer frutos, já que é considerado um dos dez maiores produtores de energia solar no mundo. De acordo com  Balanço Energético Nacional, divulgado pelo Ministério de Minas e Energia, de 2021 para 2022 o aumento de geração elétrica por meio de painéis solares foi de 79,8%, superando a energia eólica e alcançando o segundo lugar entre as principais matrizes elétricas do país. 

Entre os estados mais adeptos da energia solar se encontram São Paulo com 13,6% de potência instalada e com mais 2,4 GW em operação, seguido de Minas Gerais com 13,3% de acordo com o mapeamento da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR). Ademais, estados como Rio Grande do Sul, Paraná e Mato Grosso também aparecem na listagem.

“A adaptação à agenda ecológica não é um processo rápido em nenhuma área, muito menos na construção civil. No entanto, as expectativas e metas sustentáveis continuarão crescendo e as empresas serão cada vez mais cobradas com relação às suas práticas”, finaliza a especialista.

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião deste portal de noticias

Continue Reading

Facebook

Advertisement

Mais Lidas

Business10 horas ago

Brasil tem 4 em cada 10 Edtechs mais promissoras da América Latina, segundo HolonIQ

O reconhecimento selecionou 100 empresas na região e analisa o desenvolvimento e implementação de tecnologias educacionais Dados da premiação “The...

Geral1 dia ago

Perfumaria Francesa investe no público latino e conquista consumidores fiéis

À medida que nos aproximamos das Olimpíadas de Paris 2024, os olhos do mundo se voltam para a cidade que...

Celebridades1 dia ago

Com Endrick, Prova Bate e Volta e Pocah, Neosa ativa patrocínio do BBB 24

Lucas Henrique chamou a Neosa e se salvou das dores de cabeça do nono paredão  A Neosaldina, marca referência no...

Método i9 empreendedor por Camila Silveira3 dias ago

Camila Silveira, esclarece sobre os Avanços da Neuralink: Desafios Éticos e Promessas Tecnológicas em Foco

A recente divulgação dos avanços da Neuralink, empresa fundada pelo empresário Elon Musk, na criação de um chip cerebral implantável,...

Entretenimento5 dias ago

Sucesso na temporada 2023 o Cola Mais Podcast estreia em 2024

Idealizado e apresentado por Douglas Magoo, Cola Mais Podcast encerra temporada e traz novidades para 2024 Sucesso foi a palavra...

Famosos7 dias ago

Ativações, espaços instagramáveis e influenciadores engajam marcas e espaços vips no carnaval

Muito além do entretenimento e de forma criativa, grandes marcas fidelizam clientes e geram engajamentos nas redes Grandes camarotes do...

Negócios2 semanas ago

Brasil e Chile serão potências econômicas da América Latina em 2024, segundo estudo

De acordo com o Mastercard Economics Institute (MEI), os gastos reais dos consumidores registraram um aumento de 1,9% no ano...

Empreendedorismo2 semanas ago

Empresária Luciane Vaz da 5 dicas para ser uma empreendedora de sucesso.

Luciane ensina passo a passo de como conquistar o sucesso empreendendo em 2024 No mundo acelerado dos negócios, é preciso...

Marketing2 semanas ago

Maior Fabricante de Azeitonas do Brasil, convida criador de conteúdos Vinicius Capeleto para ação de lançamento

O criador de conteúdos digitais, Vinícius Capeleto, está com a Vale Fértil na grande campanha de lançamento de seu produto...

Celebridades2 semanas ago

Com raízes no samba paulistano, Bel Moura esbanja alegria e é rainha do Camarote 011 em SP

Rainha do Camarote 011 se emociona ao declarar seu amor pelo carnaval. “Desfilei pela primeira vez no Peruche aos sete...

Advertisement

Advertisement

Mais Lidas

Copyright © Meio e Markting - Todos os Direitos Reservados.