Connect with us

Geral

O que é Empreender?

Published

on

Eu, Claudio Lasso, gostaria de abordar um tema muito especial, O que é Empreender? Empreender é usar o tempo e as suas melhores competências técnicas e comportamentais (soft skills) com autonomia para criar valor, assumindo riscos e aceitando desafios.
Empreender pode ser uma ação de uma ou mais pessoas que possuam esse perfil.
Ter competências para colocar no ar um negócio, não significa ter todas as competências, mas se cercar de pessoas, processos e tecnologia para desenvolver o negócio.
Para o empreendedor, a iniciativa é fundamental, bem como, a curiosidade e a predisposição para assumir riscos calculados. O desafio está na alma do empreendedor.
O brasileiro empreendedor
O brasileiro é um empreendedor por natureza. Mesmo com as leis trabalhistas mais rígidas e protetivas, o brasileiro sempre que teve oportunidade, optou por ter seu próprio negócio.  E são muitos os motivos que vão desde a necessidade até o sonho. Empreender está na natureza do brasileiro e faz com que o nosso país seja um dos que mais abre empresas per capita no mundo.
Alguns números impressionam. Em 2020 o Brasil chegou a cifra de 20 milhões de CNPJs ativos, sendo que desses cerca de 90% são microempreendedores individuais (MEI), microempresas (ME) e empresas de pequeno porte (EPP).
Somente em 2020 o crescimento no número de abertura de empresas em relação ao ano anterior foi na casa de 6%, com 3,4 milhões de novas empresas.
E os negócios são de todos os tipos e tamanhos. Serviços (com 46% dos negócios) e Comércio (35%) de diversos portes que muitas vezes são a única renda de uma família inteira.
Muito importante nesse processo foi a democratização do empreendedorismo com diminuição da burocracia, custos e tempos menores de abertura, contabilidade acessível e linhas de financiamento amigáveis para quem quer ter um negócio próprio.
Para você ter uma ideia, o tempo médio de abertura de empresas caiu em 5 anos de mais de 5 dias para menos de 2 dias e o valor cobrado pelos escritórios de contabilidade que antes era de um salário mínimo hoje – dependendo do plano – pode ficar abaixo de R$ 100,00.
O objetivo deste conteúdo é trazer luz sobre o tema empreendedorismo e mostrar de forma objetiva e clara os principais aspectos que circundam o mundo dos negócios que encanta os brasileiros.
Qual o conceito de empreendedorismo?
Um dos conceitos mais difundidos sobre empreendedorismo vem da universidade e está disponível em diversas publicações pelo Brasil:
“O empreendedorismo pode ser compreendido como a arte de fazer acontecer com criatividade e motivação. Consiste no prazer de realizar com sinergismo e inovação qualquer projeto pessoal ou organizacional, em desafio permanente às oportunidades e riscos. É assumir um comportamento proativo diante de questões que precisam ser resolvidas. O empreendedorismo é o despertar do indivíduo para o aproveitamento integral de suas potencialidades racionais e intuitivas. É a busca do autoconhecimento em processo de aprendizado permanente, em atitude de abertura para novas experiências e novos paradigmas.”
Quanto precisa de dinheiro para empreender?
Não há um valor. Você precisa estudar o mercado, a concorrência, a sua disponibilidade de capital, as linhas de crédito e principalmente o tipo de negócio que irá tirar do chão.
Você terá sócios? Tem algum investidor em vista? Em quanto tempo pretende ter o capital de volta? Faça perguntas e crie um plano de negócio factível com a sua realidade.
Isso é determinante na hora de entender de onde vai sair o dinheiro para estabelecer o negócio e principalmente para mantê-lo.
Por qual motivo empreender?
São muitos os motivos para empreender, mas o mais importante é ter em mente que você precisa investir muita energia no seu negócio. Não há negócio de sucesso sem suor e investimento pessoal.
Abaixo listamos alguns dos principais motivos pelos quais os empreendedores resolvem se lançar no mundo do negócio próprio.
1. Realizar seus sonhos
Existe algo melhor do que tornar um sonho realidade? Tirar do papel uma ideia, um desejo faz com que muita gente opte pelo caminho do empreendedorismo.
E o primeiro passo, é tomar a decisão que o seu sonho empreendedor, aquela ideia que vive na sua cabeça, vai ser compartilhada com a sociedade em forma de negócio.
2. Liberdade de escolha
O dono do negócio, o empreendedor é também o dono das escolhas. A maioria boas e prazerosas, mas muitas difíceis e delicadas.
Ser empreendedor compreende em tomada de decisão, mas também, quando há opção, resolver pelo que lhe dará mais prazer e rentabilidade para o negócio. Questão de escolha.
3. Gostar de desafios
Riscos estão totalmente ligados ao empreendedorismo. Quem não gosta de assumir riscos, não tem perfil empreendedor. E o tamanho dos riscos está diretamente ligado aos desafios que você se coloca.
Um desafio grande exige mais, mas o resultado esperado também é maior. É necessário determinação, envolvimento e muita energia para superar os desafios porque eles estarão presentes durante toda a jornada do empreendedor´.
4. Possibilidade de rendimentos maiores
O que é melhor? Ter um salário fixo, 13o salário, férias pagas, FGTS, plano de saúde da empresa e muitos outros direitos ou abrir seu negócio, arcar com todos os riscos, mas poder estipular seu ganho anual – que muitas vezes pode ser exponencial? Pergunta difícil não? Mas é exatamente esta que você deve fazer ao pensar em abrir seu próprio negócio.
Rendimentos maiores são possíveis e é a realidade de muitos empreendedores, mas precisa ser planejado e como falamos acima, motivado com muita energia todos os dias.
5. Flexibilidade de horários
Dependendo do seu negócio, você trabalhará mais do que quando empregado. Mas isso não é ruim. Você determina sua carga de esforço para o negócio, de acordo com o seu business plan, disponibilidade e tamanho dos seus desafios.
E pode flexibilizar os horários de trabalho que não terá interação com outras pessoas.
Qual é o respectivo significado da palavra empreender?
Como conceituamos acima, a palavra empreender é formada a partir de um conjunto de características comuns aos empreendedores. Autonomia, determinação, predisposição a riscos, gostar de desafios, querer ser dono do seu próprio negócio, são a base do empreender.
São elas que determinam se a pessoa tem um perfil empreendedor ou não. E note que não falamos de capital (dinheiro), justamente porque capital, assim como tecnologia e processos são recursos para empreender mas não inerentes ao ato de empreender.
Qual é a função de um empreendedor?
Do ponto de vista racional, a principal função do empreendedor é abrir o negócio e fazer com que ele seja rentável ao longo do tempo.
Além disso, tomar decisões, correr alguns riscos e alinhar a expectativa de todos que fazem parte do ecossistema (empregados, sócios, investidores, família, amigos, fornecedores) são funções inerentes ao empreendedor.
Como o negócio é um ente vivo impactado pelo ambiente externo e interno é importante que o empreendedor sempre tenha em mente que uma das suas principais funções é lidar com as situações de maneira objetiva e o mais justa possível, possibilitando soluções eficazes e eficientes para o crescimento e manutenção do empreendimento.
O que é necessário para começar a empreender?
Para começar a empreender é necessário tomar a decisão e depois, seguir alguns passos importantes que ajudarão no caminho entre a ideia e o sonho, à prática. Conheça os 5 passos que você não pode ignorar:
1.Delimite o problema e estabeleça a solução
Crie o limite, o espaço em que o seu empreendimento vai atuar. para cada problema existem muitas possibilidades de solução, por isso é importante que você estabeleça qual o seu nicho, o seu campo, seu público e como vai atuar.
2.Coloque no papel a sua ideia
Torne visual a sua ideia. Vai ficar mais fácil enxergar os caminhos, os obstáculos e as soluções possíveis para o problema de forma rentável e com o menor recurso possível. Cada um tem uma forma visual, que pode ser um software, lápis e papel, em grupo ou sozinho.
3.Visualize o cenário em que você está inserido
Desenvolva a sua ideia vislumbrando todo o cenário. Uma visão holística e generalista é importante para determinar o nível do seu desafio e, a partir daí, estabelecer a estratégia que utilizará no seu novo negócio.
4.Procure parceiros
Ninguém faz tudo sozinho. Procure um sócio, um investidor, um mentor, um amigo. Você precisa ter por perto pessoas que façam perguntas e respondam perguntas. São elas que ajudarão na confiança que você precisa para saber referendar as tomadas de decisão.
5.Seja flexível desde o início
Muitas vezes novas oportunidades aparecem durante o processo de estabelecimento da empresa e você, como está totalmente focado na sua ideia inicial, não percebe a oportunidade. Esteja sempre atento às mudanças de rumo e não perca a chance de já começar no caminho certo.
Quais os principais perfis de empreendedor?
Não existe apenas um perfil de empreendedor. O ideal é contrabalançar os skills e ser o mais completo possível. Porém isso é no mundo ideal. É importante entender que sempre um perfil será mais evidente em cada pessoa. Confira os perfis e veja com qual você mais se identifica.
Dica: Desenvolva os demais perfis. é muito importante que você possa se adaptar às situações e atue de maneira integral no seu negócio.
1.Executor, coloca a mão na massa
Neste perfil o importante é estar diretamente ligado ao negócio. É o perfil clássico para os empreendedores por necessidade, que são aqueles que muitas vezes não tem opção e estabelecem a empresa a partir de suas habilidades.
com certeza este é o perfil mais comum de empreendedor. quem nunca ouviu a expressão “o olho do dono engorda o gado”? É o clássico, estou cuidando de tudo no meu negócio, não tiro o olho e estou sempre disponível. Isso vale para os empreendedores únicos e para aqueles que tem um negócio maior. Ele é um empreendedor esponja, ou seja, mesmo que não tenha determinada habilidade ou experiência, aprende fazendo e coloca em prática no dia a dia tudo o que desenvolve.
Uma armadilha que normalmente este tipo de empreendedor cai é não delegar quando pode. Ficar com o total controle de todas as atividades pode não ser salutar para o negócio e criar problemas futuros, principalmente para o crescimento do negócio. é muito importante delimitar o campo em que você vai atuar como gestor e como executor propriamente dito.
2.Gestor, faço a gestão do meu negócio
É o empreendedor que tem uma visão mais macro do negócio. Entende que tem que abrir espaço e não pode fazer tudo sozinho. Procura se aliar a profissionais ou parceiros que entregam aquilo que ele não pode ou não precisa fazer sozinho.
Este perfil de empreendedor estabelece as diretrizes a partir da estratégia e fica para si aquelas atividades e decisões que efetivamente são do principal executivo da empresa.
Um bom exemplo de atividade que pode ser delegada a um parceiro externo pelo perfil Gestor é a contabilidade e gestão de tributos. Este perfil normalmente precisa da ajuda de um profissional especializado em gestão financeira para organizar e cuidar das principais rotinas do seu negócio e para isso, a Sapri lançou uma solução inovadora e completa, chamada contabilidade express.
São assessores financeiros especializados para terceirizar as principais rotinas contábeis, administrativas e financeiras.
Diferente do executor, o gestor assume naturalmente a designação de empresário. A visão do brasileiro sobre quem é a figura do empresário corresponde exatamente a este perfil de empreendedor, dono do negócio, que tem empregados, estabelece metas e desafios para o seu negócio.
O forte desse perfil é o controle de números, processos, investimentos, tecnologia e headcount.
Lida bem com os riscos porque antevê as dificuldades e oportunidades. Alinha uma visão estratégica a de coach do time que o vê como um líder por excelência.
3.Criativo, tenho ideias e sonhos
O perfil criativo vai além da sua própria empresa, é o mais preparado para observar os cenários e vislumbrar oportunidades tanto de negócios como de suporte à comunidade. Não perde uma inovação e está sempre à frente do seu tempo.
O criativo é o primeiro em um novo nicho de mercado, em um novo local que oferece melhores condições por que ele está sempre atento a tudo que está acontecendo no mundo.
Quem é um empreendedor criativo normalmente não está muito apegado ao negócio. O criativo se cerca de bons executores e seu prazer está no laboratório de desenvolvimento de soluções criativas e inovadoras para o negócio.
Uma bandeira que se deve levantar quando este é perfil, é que com o empreendedor fora do dia a dia podem surgir instabilidades e demora nas tomadas de decisões.
É importante se você tiver este perfil, entender que o que está levando a empresa e trazendo faturamento para o’desenvolvimento de novas ideias é justamente o dia a dia e rotina.
Mesmo sendo criativo, o empreendedor jamais pode deixar de lado a gestão e execução dos processos fundamentais ao crescimento e sucesso da empresa.

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião deste portal de noticias

Geral

Perfumaria Francesa investe no público latino e conquista consumidores fiéis

Published

on

À medida que nos aproximamos das Olimpíadas de Paris 2024, os olhos do mundo se voltam para a cidade que é sinônimo de elegância e cultura refinada. O charme parisiense, delineado por monumentos icônicos como a Torre Eiffel e o Louvre, promete envolver os visitantes em uma atmosfera rica em história e beleza.

Ao prestigiar os Jogos Olímpicos em Paris, os turistas podem esperar não apenas competições esportivas de classe mundial, mas também a oportunidade de explorar a magnífica arquitetura parisiense, percorrer as charmosas ruas de paralelepípedos e desfrutar da renomada culinária francesa. A cidade oferece uma experiência cultural imersiva, onde cada esquina conta uma história fascinante.

Entre as inúmeras opções para os visitantes, a Fragrance de L’Opéra destaca-se como uma joia escondida. Sob a gestão acolhedora da brasileira Poliana Palhano, esta perfumaria parisiense oferece uma experiência única em português e espanhol. Enquanto explora a cidade, os turistas brasileiros podem encontrar nesta loja uma oportunidade incrível de levar consigo um pedaço do charme francês, com atendimento personalizado, preços acessíveis e benefícios especiais.

A Fragrance de L’Opéra, além de ser um local de perfumes, é um refúgio encantador para aqueles que desejam vivenciar a fusão entre a tradição francesa e a hospitalidade brasileira. Poliana recebe os visitantes com simpatia e cordialidade, proporcionando não apenas uma seleção de fragrâncias incríveis, mas também um espaço aconchegante para se conectar com a essência parisiense e descansar de um longo dia de caminhada pela cidade luz.

Enquanto Paris se prepara para receber atletas e entusiastas de todo o mundo, a cidade continua a ser um destino cativante. E entre as muitas experiências que esta metrópole oferece, a Fragrance de l’Opéra destaca-se como uma oportunidade imperdível para os brasileiros que desejam vivenciar a magia dos perfumes franceses em sua própria língua, com preços acessíveis e um toque de hospitalidade calorosa.

Siga a Fragrance, no instagram: @fragrancedelopera_br

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião deste portal de noticias

Continue Reading

Geral

O Hotel Transamérica Berrini é o preferido para quem busca conforto e praticidade em São Paulo

Published

on

Hotel Transamérica Berrini

O espaço está localizado no coração de São Paulo

Localizado na Rua Quintana, no bairro do Brooklin Novo, o Hotel Transamérica Berrini é a melhor opção para quem busca conforto, praticidade no coração de São Paulo. É uma excelente opção tanto para executivos como para famílias, visto que o espaço dispõe de salas para reuniões coorporativas, além de ser pet friendly, recebendo centenas de pessoas todos os dias.

O Hotel Transamérica é uma escolha perfeita para sua hospedagem na região da Berrini. Com 148 espaçosos apartamentos e uma localização estratégica em um dos polos financeiros da cidade, eles oferecem conforto e conveniência para os hóspedes, além de ficar próximo aos principais shoppings, parques e com fácil acesso à Marginal Pinheiros. Além disso, o hotel está a apenas 550 metros da estação de trem da Berrini e a 5 km do aeroporto de Congonhas, garantindo uma ótima estadia.

Os apartamentos são suítes elegantes, com iluminação natural e varanda, garantindo um ambiente agradável durante a permanência. A segurança é uma prioridade, contando com serviço de vigilância 24 horas e uma garagem coberta com manobristas para comodidade dos hóspedes. Para aqueles que desejam se exercitar, o espaço dispõe de uma academia bem equipada à disposição.

Com nove espaços para eventos, sendo sete deles moduláveis, podem acomodar até 270 pessoas. Suas instalações oferecem um ambiente perfeito para reuniões e celebrações, incluindo o RoofTop Berrini, localizado no 24º andar, com uma decoração temática deslumbrante.

No que diz respeito à gastronomia, o Hotel Transamérica Berrini apresenta o renomado Tulsi Indian Cuisine, um restaurante especializado em culinária indiana, recomendado pela revista Veja São Paulo. Além disso, oferecem outras opções para suas refeições, garantindo uma experiência culinária diversificada. Nosso serviço de room service está disponível 24 horas por dia para maior comodidade.

O café da manhã é servido em formato de buffet, seguindo todas as normas de segurança e higiene. No Hotel Transamérica Berrini, seu principal objetivo é proporcionar a vocês uma estadia memorável em São Paulo, combinando conforto, conveniência e excelência em serviço.

Por isso, o Hotel Transamérica Berrini é o preferido para quem busca conforto e praticidade em São Paulo.

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião deste portal de noticias

Continue Reading

Geral

Brasil tem 4 milhões de pessoas trans e não-binárias; empregabilidade ainda é desafio para o grupo

Published

on

By

 Morena Lovateli, trans e acompanhante do Fatal Model, fala sobre preconceitos existentes e explica como o mercado adulto colabora para a busca da livre autenticidade

No Brasil, cerca de 4 milhões de pessoas são transgêneros ou não-binárias. Segundo informações da Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil), o volume de registros de mudança de nome e gênero aumentou 70% entre 2021 e 2022, passando de 1.863 para 3.165. Mesmo com o avanço social, casos de transfobia ainda são comuns, afastando a comunidade de direitos básicos. Com o intuito de ampliar o debate e o escopo de políticas públicas para o grupo, em 29 de janeiro é celebrado o Dia Nacional da Visibilidade Trans.

De acordo com o “Projeto Além do Arco-Íris/ AfroReggae”, apenas 0,02% dos transgêneros estão na universidade, 72% não possuem o ensino médio e 56% o ensino fundamental. Outra pesquisa feita pelo Grupo Pela Vidda, no Rio de Janeiro, que entrevistou homens e mulheres transgênero, revelou que metade dos entrevistados alegaram que amigos, professores e familiares são os principais agressores durante a formação. O relatório ainda apontou que apenas 15% dos participantes relataram ter emprego com carteira assinada, enquanto 15,6% possuem trabalho autônomo formal e 27,2% são autônomos informais.

Por outro lado, no mercado adulto, esse cenário se altera. A profissional do sexo e acompanhante do Fatal Model – maior site de acompanhantes do Brasil, Morena Lovateli, afirma que o preconceito é menor: “Dentro de uma empresa, desde a ida ao banheiro até o almoço, era um sacrifício para mim. Passar por um grupo de pessoas e escutar cochichos e alguém rindo era horrível. Dentro da prostituição, você encontra pessoas que te acolhem, que são simples e humildes. Claro que existem pessoas ruins como em qualquer outra área e canto do mundo, mas no mercado adulto posso esbanjar minha autenticidade”.

Além de ser uma fonte de sustento, o setor também pode empoderar o lado feminino de mulheres trans, comenta a acompanhante: “Quando comecei minha transição, quis explorar meu lado de sedução para ver realmente se atrairia os homens. Tudo para alguém afirmar que eu era uma mulher. Isso no início, porque hoje em dia sei que não preciso provar nada a ninguém”.

Em 2019, o Supremo Tribunal Federal já tinha reconhecido os crimes de homofobia e transfobia como racismo. No mês de agosto, o STF reforçou a proteção às pessoas homossexuais e transexuais, uma vez que pelo 14º ano consecutivo o país foi considerado o que mais mata pessoas trangeneros do mundo. Dessa forma, ofensas diretas contra elas são punidas como injúria racial. Ou seja, quem for responsável por esses atos não terá direito a fiança, nem limite de tempo para responder judicialmente.

Mesmo com o avanço legal, Morena não tem grandes expectativas para a comunidade no futuro: “Acredito que ainda vai demorar alguns anos para  as pessoas pararem de querer saber o porquê de sermos quem somos. Toda vez que saio de dia, não vejo mulheres como eu. Quando vou ao shopping no domingo à tarde, vejo famílias felizes, mas não vejo nenhuma travesti almoçando na praça de alimentação. Imagina você se arrumar pra sair, chegar no lugar e todos os olhares são para você, não importa qual roupa você está usando. É necessário ter muita coragem”. 

A profissional ainda lembra e destaca Erika Hilton, primeira deputada trans do Brasil, “Ela está fazendo história por nós, assim como outras trans e travestis que lutam pela nossa comunidade. Mas é uma luta que cansa, porque precisamos o tempo todo passar por essa afirmação da nossa existência”.

 

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião deste portal de noticias

Continue Reading

Facebook

Advertisement

Mais Lidas

Business2 dias ago

Feira de Santana (BA) recebe o maior showroom de madeira plástica da América Latina

A madeira ecológica ou plástica é um dos produtos que vem revolucionando o mercado de arquitetura, construção e de grandes...

Famosos3 dias ago

Medalhista Olímpico, Flávio Canto, fecha parceria com escola em Brasília

A Escola Suíça de Brasília investe no ensino esportivo de seus alunos como base A Escola Suíça de Brasília (SIS...

Business5 dias ago

TIVIT expande a sua oferta no mercado de crédito com inclusão da IA generativa Athena em solução da Stone Age

Tecnologia automatiza a avaliação de contratos sociais reduzindo em até 95% o tempo para tomada de decisão em transações com...

Marketing5 dias ago

Penalty anuncia Damiano Sanna como seu novo gerente de marketing e relações esportivas

Profissional tem passagem por multinacionais e acumula mais de 20 anos de experiência na área A Penalty, tradicional marca brasileira...

Esporte5 dias ago

Projeto de revitalização transforma ginásio esportivo e impacta população de Santo André

Desenvolvida pela Recoma, em parceria com a Secretária de Esporte, iniciativa busca redesenhar espaços públicos e incentivar a prática ao...

Esporte1 semana ago

Penalty inova nas cores em linha de tênis infantis

A temporada de retorno às aulas já começou, e é essencial reconhecer o papel vital que bons materiais implicam na experiência...

Gestão1 semana ago

80% dos alunos que prestaram vestibular quer ingressar imediatamente, mas apenas 6 em cada 10 sabem onde querem estudar

Pesquisa realizada pela Somos Young reforça a urgência na reformulação do modelo acadêmico para receber alunos durante todo ano letivo....

Celebridades1 semana ago

Banda gaúcha atinge meio bilhão de streaming e famosos regravam a canção “Perigosa e Linda”

O reconhecimento do sucesso do grupo gaúcho despertou interesse em famosos, como o da cantora Roberta Miranda “Perigosa e Linda”....

Empreendedorismo2 semanas ago

De advogada a Empresária de Sucesso: conheça Táta Coldibeli

Nascida em Fartura, São Paulo, Patricia Coldibeli, iniciou seu negócio de sucesso no meio da pandemia, e mudou sua vida...

Business2 semanas ago

Após o carnaval, 8 a cada 10 brasileiros continuam endividados

60% possuem débitos com cartão de crédito em aberto e 43% buscam negociações com banco O começo do ano é...

Advertisement

Advertisement

Mais Lidas

Copyright © Meio e Markting - Todos os Direitos Reservados.