Connect with us

Business

Startups estão em liquidação

Published

on

Juro alto atrai investidores do venture capital para a renda fixa e barateia valuations

A taxa básica de juros nas alturas – 13,75% ao ano – não só encareceu o crédito como também atraiu investidores da renda variável para a renda fixa. O Venture Capital não foge à regra. Por que investir, por exemplo, em uma startup que pode não suportar os efeitos dos juros, da inflação e da queda de consumo, quando é possível manter o dinheiro rendendo em um bom título público até que a tempestade passe? A questão é que ao olharem apenas para os juros, os investidores deixam de observar a outra ponta, que é o valor de mercado desses empreendimentos. Na medida em que o capital fica escasso, como agora, os preços dessas empresas são reavaliados para baixo, o que gera oportunidades de bons retornos.

De acordo com Igor Romeiro, fundador e CEO da Efund Investimentos, quem tem experiência não se limita a olhar apenas a macroeconomia para tomar suas decisões. É preciso avaliar os fundamentos das startups e a lógica de funcionamento do mercado. “No mercado financeiro há uma frase que diz: compre ao som dos canhões, venda ao som de trombetas. É a mesma coisa que dizer compre na baixa e venda na alta. É o que acontece no mercado de ações. Quando um papel se desvaloriza, é o momento de comprá-lo caso a empresa tenha bons fundamentos, porque ele certamente irá se valorizar novamente e gerar lucro. O mesmo acontece com o Venture Capital”, explica.

Romeiro afirma que existem muitas empresas com produtos/serviços e empreendedores bons no Brasil. Muitos deles já olhando para o lucro no final da DRE (Demonstração do Resultado do Exercício). Empreendimentos que já atingiram o break even e que precisam de dinheiro para crescerem e não para pagar dívidas, porém, com valuations atrativos. “Em outras palavras, está barato investir porque não há mais valuations estratosfericamente inflados no mercado”.

O executivo comenta que a corrida para uma fonte mais segura de renda é comum. Normalmente, em momentos de crise os investidores não consideram a alocação de recursos diretamente em startups, através do Venture Capital, por acreditarem que empresas novas estão entre os ativos mais afetados. Não que eles estejam completamente errados. Pela lógica, em momentos como o atual, a renda das pessoas cai, o consumo diminui e isso afeta diretamente o desempenho financeiro dos novos empreendimentos, assim como das companhias já consolidadas.
Logo, investir em uma startup parece ser loucura, pois ela pode não sobreviver ao baque econômico. O modo de analisar, porém, é superficial porque se trata apenas de um olhar geral da situação, sem a devida observação dos detalhes. É como se todas as empresas fossem sentir de maneira igual os efeitos da crise. E com a surpreendente quebra do banco estadunidense SVB (Silicon Valley Bank), o medo aumentou, pois, segundo o canal Bloomberg Línea, várias startups brasileiras possuíam, quando a falência se tornou pública, aproximadamente US$ 10 milhões no SVB, algo em torno de R$ 50 milhões.

“Juros altos trazem redução dos múltiplos que são usados para calcular o valuation dos empreendimentos. Sendo assim, se o investidor tem R$ 1 milhão ele pode ser dono de 10% de uma empresa cujo valor esteja estimado em R$ 10 milhões. Mas, se por causa dos juros altos, esse valuation pode cair para R$ 9 milhões e, com o mesmo milhão, ele poderá adquirir 11,1% da startup.

Quando o furacão passar, os juros baixarem e a empresa aumentar seu faturamento e lucratividade, o investidor terá um retorno maior porque sua participação na composição do capital empresarial também é maior”, explica o CEO da Efund.

Alguns analistas acreditam que o país chegou ao teto dos juros e que a tendência agora é cair. E esta é a razão para o investidor aproveitar o deságio no valor das startups. Como o mercado se movimenta por ciclos, então daqui a alguns anos os juros estarão baixos, o interesse pela renda fixa irá diminuir, enquanto aumenta para o Venture Capital, como ocorreu nos últimos anos. “Quando isso acontecer, os valuations irão começar a aumentar seus múltiplos. Sendo assim, quem entrar agora se beneficiará com ótimas oportunidades de liquidez em breve”, conclui Romeiro.

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião deste portal de noticias

Continue Reading

Business

Mães Solo: Desafiando Estereótipos e Celebrando a Independência

Published

on

Inspirado na história de sua mãe, o advogado Caio Bastos, especializado em direito de família, opinou sobre a questão

Ser mãe solo é enfrentar diariamente uma série de desafios, mas também é uma jornada de independência e força. Na Semana das Mães, o advogado especializado em direito de família, Caio Bastos reflete sobre as mães solo no Brasil, destacando como elas estão redefinindo a maternidade e desafiando a ideia de que precisam de uma figura masculina ou de alguém para arcar com as despesas da casa.

Independência e Autossuficiência

Ele opina que, contrariamente ao que muitos ainda acreditam, muitas mães solo não estão em busca de uma figura masculina para completar a ‘estrutura familiar tradicional’ ou para sustentar financeiramente a casa. “Elas provam, dia após dia, que são capazes de prover, educar e criar seus filhos com amor e competência. Sua independência é não apenas uma necessidade, mas um orgulho, que reforça a sua capacidade de gerenciar todos os aspectos de suas vidas e de suas famílias”.

A Solidão e o Peso da Dupla Jornada

Ele diz que a solidão pode fazer parte da vida de uma mãe solo, mas não define sua capacidade ou desejo de ter um parceiro. “A responsabilidade integral pela família pode ser exigente, e muitas mães solo abraçam essa responsabilidade com dedicação total, valorizando a liberdade de fazer escolhas que melhor atendem às necessidades de suas famílias”.

Desafios Financeiros e Emocionais

Caio pondera que administrar o orçamento e manter o equilíbrio emocional são desafios significativos. “Mães solo enfrentam estes desafios com uma mistura de resiliência e criatividade, encontrando soluções inovadoras para garantir a estabilidade financeira e emocional de seus lares. Elas constroem redes de apoio e buscam recursos que reforçam sua autonomia”.

Superando Barreiras com Apoio Comunitário

O especialista diz que a comunidade desempenha um papel crucial, oferecendo suporte emocional, financeiro e prático. “Grupos de apoio e organizações dedicadas oferecem um espaço para compartilhar experiências, receber conselhos e fortalecer laços, ajudando mães solo a enfrentarem os desafios diários sem perderem sua independência”.

As mães solo estão redefinindo o que significa ser uma família completa e funcional

“A sociedade precisa reconhecer e valorizar a autonomia e a capacidade dessas mulheres, garantindo que elas tenham acesso a recursos que suportem sua escolha de criar filhos sozinhas. Celebrar a independência das mães solo é reconhecer sua força e resiliência extraordinárias”.

Caio Bastos é advogado especializado em direito de família, e é diariamente inspirado pela história da sua mãe (solo). Sua missão é apoiar famílias na busca por justiça e equidade. Para mais histórias e orientações, siga-o no Instagram @caiobastos.adv.

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião deste portal de noticias

Continue Reading

Business

Modelo de Negócios de Hollywood: A Estratégia que Está Levando Empresas ao Sucesso digno de Cinema

Published

on

No mundo empresarial contemporâneo, uma estratégia inovadora tem se destacado pela sua eficácia em impulsionar projetos e empresas ao sucesso: o “Modelo de Negócios de Hollywood”. Esse modelo, inspirado na indústria cinematográfica de Hollywood, prioriza a formação de equipes projetadas especificamente para cada tarefa, reunindo talentos de diversas áreas para trabalhar com foco em um único projeto. Para entender melhor como as empresas estão se beneficiando dessa abordagem, o mestre em negócios internacionais e especialista em cultura pop, André Charone, explica.

A Flexibilidade do Modelo
Segundo Charone, a principal vantagem do Modelo de Negócios de Hollywood reside na sua flexibilidade. “Em vez de manter uma equipe fixa, as empresas estão montando times altamente especializados para cada projeto. Isso permite uma adaptação mais rápida às mudanças do mercado e uma gestão de recursos mais eficiente”, explica ele. Essa estratégia permite que as empresas sejam mais ágeis e inovadoras, pois podem selecionar os melhores talentos para cada iniciativa específica.

Foco no Projeto
Outro ponto destacado por Charone é a concentração de esforços em um único projeto, o que potencializa o sucesso. “Ao reunir especialistas de diferentes áreas com um objetivo comum, a sinergia criada eleva o nível de inovação e criatividade, elementos essenciais para o sucesso no mercado atual”, diz. Essa abordagem projeta uma visão de futuro em que a colaboração multidisciplinar se torna a chave para resolver desafios complexos.

Casos de Sucesso
André Charone cita exemplos de empresas que se destacaram ao adotar o Modelo de Negócios de Hollywood. Sem mencionar nomes específicos, ele descreve casos em que startups de tecnologia, agências de marketing e empresas de desenvolvimento de produto conseguiram resultados impressionantes, desde a aceleração no desenvolvimento de produtos inovadores até campanhas de marketing virais que capturaram a atenção do público global. “Estas empresas compreenderam que a força do projeto não reside apenas nas ideias, mas na execução. E a execução depende das pessoas”, afirma.

Desafios e Oportunidades
Apesar dos muitos benefícios, o modelo também apresenta desafios, principalmente relacionados à gestão de talentos e à manutenção da cultura organizacional. “Como os times são formados por pessoas de diferentes backgrounds e, muitas vezes, de diferentes partes do mundo, a gestão de talentos se torna mais complexa”, comenta Charone. No entanto, ele vê esses desafios como oportunidades para inovar na gestão e no desenvolvimento de uma cultura corporativa inclusiva e adaptável.

Repensando o Sucesso Empresarial com o Modelo de Hollywood

À medida que exploramos as nuances do “Modelo de Negócios de Hollywood” através da perspectiva de André Charone, fica claro que estamos diante de uma revolução na forma como as empresas abordam seus projetos e gerenciam talentos. Este modelo, inspirado nas dinâmicas flexíveis e colaborativas de Hollywood, não só promove uma maior agilidade e inovação, mas também reforça a importância de adaptabilidade e especialização no cenário corporativo contemporâneo.

Ao adotar este modelo, as empresas estão não apenas alcançando sucesso em seus projetos específicos; estão também pavimentando o caminho para uma nova era de gestão empresarial, onde a mobilidade, a especialização e a colaboração não são apenas valorizadas, mas consideradas indispensáveis para o sucesso. É uma mudança paradigmática que desafia as noções tradicionais de estrutura organizacional e liderança, sugerindo que o futuro do sucesso empresarial reside na capacidade de se adaptar, inovar e colaborar eficientemente.

O mestre em Negócios Internacionais nos lembra que, embora o caminho para a implementação desse modelo possa estar repleto de desafios, especialmente no que tange à gestão de talentos diversificados e à cultura organizacional, esses obstáculos não são barreiras, mas sim oportunidades para crescer, aprender e inovar. O sucesso, portanto, não se mede apenas pelos resultados alcançados, mas também pela jornada de adaptação e pela capacidade de reinventar práticas empresariais em resposta às demandas de um mercado em constante evolução.

A adoção do Modelo de Negócios de Hollywood pelas empresas de vanguarda reflete um compromisso com a excelência, a inovação e a agilidade. Ao abraçar a flexibilidade, a especialização e a colaboração, essas empresas não estão apenas se posicionando para o sucesso no presente; estão também definindo o padrão para o futuro do trabalho e da gestão empresarial. O caminho à frente é tanto desafiador quanto excitante, e as lições aprendidas através deste modelo irão, sem dúvida, iluminar o caminho para uma nova era de sucesso empresarial.

Sobre o autor:

André Charone é contador, professor universitário, Mestre em Negócios Internacionais pela Must University (Flórida-EUA), possui MBA em Gestão Financeira, Controladoria e Auditoria pela FGV (São Paulo – Brasil) e certificação internacional pela Universidade de Harvard (Massachusetts-EUA) e Disney Institute (Flórida-EUA).

É sócio do escritório Belconta – Belém Contabilidade e do Portal Neo Ensino, autor de livros e dezenas de artigos na área contábil, empresarial e educacional.

André lançou dois livros com o tema “Negócios de Nerd”, que na primeira versão vendeu mais de 10 mil exemplares. Os livros trazem lições de gestão e contabilidade, baseados em desenhos e ícones da cultura pop.

Instagram: @andrecharone
Imagem: Consultório da Fama

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião deste portal de noticias

Continue Reading

Business

Bilionário Grant Cardone entra em projeto para ajudar brasileiros no exterior

Published

on

Bilionário do mercado imobiliário se une ao empresário brasileiro Bruno Avelar na criação de fundo imobiliário para brasileiros nos EUA

O bilionário Grant Cardone, um dos maiores nomes em empreendedorismo e fundos de investimentos imobiliários dos Estados Unidos encontrou o empresário brasileiro Bruno Avelar, especialista em Networking na 10X Movement & The 10 Growth Conference, a maior conferência de negócios e empreendedores do mundo realizado em Miami, na Flórida. Os dois especialistas começaram a planejar um fundo imobiliário para brasileiros investirem no exterior.

“Sempre admirei a visão dele como homem de negócios. Nosso encontro foi marcado por compartilhar nossas experiências o que acabou resultando na proposta de montarmos juntos um fundo de investimento, o que me deixou muito animado, porque sou movido a desafios”, disse Bruno Avelar.

O bilionário Grant Cardone deve se reunir novamente com Bruno Avelar no dia 17 de abril, nos Estados Unidos, para discutir a criação do fundo imobiliário para que brasileiros tenham a oportunidade de realizarem investimentos na América.

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião deste portal de noticias

Continue Reading

Facebook

Advertisement

Mais Lidas

Celebridades40 minutos ago

“Rei do Botão” desconstrói tabus sobre sexo anal e compartilha experiências

No podcast Acompanhadas, Marcus Castropil reforça benefícios do fetiche para a saúde sexual Marcus Castropil, conhecido como Rei do Botão...

Marketing19 horas ago

Mais da metade dos brasileiros duvida da autenticidade das marcas ao falar sobre diversidade

Estudo Oldiversity aponta ainda que 41% consideram as propagandas machistas e 30% racistas Com o passar dos anos, cada vez...

Empreendedorismo3 dias ago

CEO da Suprevida, Rodrigo Correia da Silva é confirmado como palestrante em feira hospitalar

No coração da inovação em saúde, o hub InovaHC é o lar de startups que transformam o setor hospitalar, tornando-o...

Saúde5 dias ago

Conselho Regional de Fisioterapia (RS) pede ajuda a fisioterapeutas de todo o país para atuar junto às vítimas

Formulário segue a disposição para profissionais voluntários e prioridade são para crianças, idosos e portadores de deficiência que tiveram contato...

Geral1 semana ago

Bispo Bruno Leonardo apoia vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul com significativa doação

Entre as águas e as lágrimas, surge uma esperança As enchentes catastróficas no Rio Grande do Sul não só alteraram...

Geral2 semanas ago

Tragédia no Rio Grande do Sul: Entenda o Desastre e Saiba Como Ajudar

A Sua Imprensa se solidariza com as vítimas e promove campanha de conscientização e apoio As chuvas intensas que começaram...

Business2 semanas ago

Mães Solo: Desafiando Estereótipos e Celebrando a Independência

Inspirado na história de sua mãe, o advogado Caio Bastos, especializado em direito de família, opinou sobre a questão Ser...

Geral2 semanas ago

Lions Club Rio de Janeiro Colorindo a Vida é marco de diversidade e inclusão

Data vai marcar a fundação do primeiro Clube de Lions do mundo de interesse a abordar diversidade de gênero Rio...

Celebridades2 semanas ago

Show de Gabriel O Pensador será atração em um dos principais festivais de esportes aquáticos do mundo

Cantor carioca fará apresentação gratuita na cidade de Saquarema durante o Aloha Spirit Festival O artista Gabriel O Pensador fará...

Entretenimento4 semanas ago

10ª Levels Sunset chega a Porto Alegre com música e experiências futuristas

 Tecnologia da gaúcha Imply integrará serviços de acesso e consumo durante o festival marcado para 27 de abril No dia...

Advertisement

Advertisement

Mais Lidas

Copyright © Meio e Markting - Todos os Direitos Reservados.